sexta-feira, 29 de março de 2013

Uma dica preciosa para o desfralde noturno

Eu ia dizer que o post é “off topic”, mas não é, não. Desfralde é um terror pra todo mundo. Talvez um pouco mais para as mães de crianças autistas.
Já falei sobre a retirada da fralda diurna NESSE POST. Agora, a dica vai para a retirada da fralda noturna!
Aprendi esse truque em um grupo de mães que participo no Facebook e foi tão bom aqui em casa que preciso compartilhar com vocês.
Desde que tiramos a fralda diurna, notamos que a fralda noturna dele amanhecia, quase sempre, seca. Resolvemos arriscar a retirada dela e não nos enganamos. Quase nunca acontecia algum acidente!
Acontece que tiramos a fralda (tanto diurna quanto noturna) do Theo em outubro de 2011 – quando o tempo já estava bem mais quentinho. Com o frio chegando, em 2012, a história começou a mudar. E os “acidentes” aumentaram.
O friozinho, como todo mundo sabe, faz a gente suar menos e, por consequência, aumenta a vontade de fazer xixi. E o colchão do Theo sofreu bastante nesse período…
Apartamento novo e cama nova pro Theo. Pensamos que o colchão novinho sofreria poucos ataques, já que ele veio, também, no verão. Acontece que um novo fator entrou em cena: a natação. Não sei quantos litros de água o Theo tem engolido naquela piscina, mas sei que os acidentes quadruplicaram e o colchão novo já estava começando a ficar comprometido.
E aí veio a dica: fralda de cachorro. Ui! Ou “tapete higiênico para cães”, se vocês preferirem.
Você compra em qualquer Pet Shop. Como eu não conhecia marca nenhuma, optei pelo tapetinho com maior dimensão. E voilá!
Imagine uma fralda de bebê aberta, sem elástico, em formato retangular e grande. É isso! Absorve todo o xixi, não deixa vazar e tranforma aquilo tudo em gel.

À esquerda, como ele vem (dobradinho). À direita, já colocado na cama.
À esquerda, como ele vem (dobradinho). À direita, já colocado na cama.

Optei por colocar o tapetinho entre o protetor de colchão (que, no fundo, não protege é NADA) e o lençol. Se colocasse sobre o lençol, conhecendo o Theo, ele não deixaria ficar lá!
O tapetinho vem com um adesivo em cada extremidade, que ajuda a fixar no lugar. É só mirar, mais ou menos, onde você acha que vai ficar o bumbum da criança na cama.
Não me incomodo em lavar lençol de xixi todo dia, mas colchão fedido não dá! E o colchão do Theo está intacto desde que começamos a usar isso!
O mais incrível é que ele absorve o xixi tão rápido que o lençol acaba secando em tempo recorde também. O Theo, algumas vezes, chegou a tirar a cueca molhada e voltar a dormir na cama, que estava seca, sem ir nos acordar às 3 ou 4 da manhã (o que era um dos maiores problemas dos “xixis noturnos”).
O pacote que eu comprei vinha com 30 unidades e custou R$ 56, mas acho que dá pra encontrar mais barato em um lugar tipo a Cobasi.
Dizem que também dá pra comprar tapetinhos como esses, só que maiores, nessas lojas que vendem materiais hospitalares.
Espero que a dica seja útil! Aqui em casa, ela salvou o colchão do Theo! :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário