segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

A Rotina para o Autista é Importante na sua Adaptação

  O autista apresenta uma visão do meio e uma organização mental diferenciada, própria do quadro de dificuldades sociais e de comunicação peculiares ao comprometimento dele.

     
Para atender, trabalhar e fazer intervenções com um autista é necessário entendê-lo. É ele que mostra o caminho para o professor que deve sempre estar atento às suas emoções, ao que ele presta atenção, como aprende e como se desorganiza mentalmente e emocionalmente.
      
É necessário explicar para o autista a funcionalidade de cada objeto que o cerca, cada atividade, cada necessidade de limites.
      
O autista não entende pensamentos expressados através de metáforas, o pensamento subjetivo. Seu entendimento é literal à fala. Por isso, é necessário contar histórias, dramatizar com gestos e movimentos corporais, recontar histórias fazendo mudanças em cenas e falas, etc.
      
O autista não deve ser privado da convivência com os colegas, porém deve-se cuidar os ambientes com barulho. O som incomoda e irrita o autista, fazendo com que ele se isole e até grite!
      
A rotina é imprescindível para que o autista se adapte ao novo ambiente, entenda a organização do contexto, fique calmo e possa participar. Quando algo está fora de sua memória e ainda possa ocorrer situações em que surja desconforto diante do desconhecido e/ou haja alguma frustração, o autista se desorganiza emocionalmente e é difícil acalmá-lo e retomar a atividade, o passeio, o vídeo, .... com ele.
      
A técnica da antecipação para o autista, evita que o mesmo se desestabilize quando ocorrem mudanças na rotina.
     
O professor vai mostrando fotos da pessoa que o substituirá, por exemplo; mostra   fotos do lugar do passeio; apresenta possíveis sons diferentes que ele vai ouvir, e assim por diante uns 15 dias antes das mudanças ocorrerem, desta forma, o autista memoriza e a possibilidade de não aceitar a mudança na rotina quando esta ocorrer se desestabilizando emocionalmente será mais difícil. Ao usar a técnica da antecipação o professor possibilitará ao autista a participação e o prazer da convivência que para ele é difícil.
      
Segue um exemplo simples de rotina para um autista que ingressa na escola, ou em uma nova escola. O professor adaptará esta rotina para a sua faixa etária e para os diferentes dias da semana. Esta rotina deverá ficar afixada na sala de aula e uma cópia deverá estar com a família que contribuirá na inclusão do aluno.


1 INÍCIO DO HORÁRIO NA ESCOLA: SALA DE AULA




2 ACOMPANHADO PELA MONITORA



3 ATIVIDADES




4 BANHEIRO




5 LANCHE




6  HORÁRIO DO INTERVALO ESCOLAR




7 ATIVIDADES LÚDICAS: JOGOS



8 TÉRMINO DA AULA




9 MICRO ESCOLAR: RETORNO PARA CASA




      
O professor confeccionará a sua rotina para o aluno autista. Sem ela, a adaptação do autista é difícil e demorada. As fotos da rotina devem  ser do ambiente em que o autista transita e das pessoas com quem ele convive.

Nenhum comentário:

Postar um comentário